Notícias‎ > ‎

Cruz da JMJ em Lisboa

Publicado a 19/07/2010, 08:46 por Panda Reguila
Os símbolos da JMJ (Jornadas Mundiais da Juventude), a Cruz e o Ícone, estarão em Portugal durante o mês de Agosto, começando a sua peregrinação pelas dioceses portugueses a partir de 8 de Agosto. No dia 17 de Agosto, estes símbolos estarão em Lisboa, sendo acolhidos pelas Dioceses de Lisboa e Setúbal.

Convidamos-te a estar presente na celebração de acolhimento da Cruz e do Ícone, a qual terá lugar na Igreja de Nª Srª Fátima (Av Berna), no dia 17 de Agosto a partir das 21.30. Com esta celebração, daremos também início à preparação da ida da nossa Diocese à JMJ 2011, em Madrid.

Deixamos-te também um pequeno resumo da história destes importantes símbolos da JMJ:

A Cruz data de 1984, quando o Papa João Paulo II, por ocasião do Ano Santo da Redenção (1983-1984), decidiu que deveria haver uma cruz perto do Altar-mor da Basílica de São Pedro, como símbolo da fé e que todas as pessoas pudessem ver. Assim, foi aí colocada uma grande cruz de madeira, com uma altura de 3,8 m, tal como era o desejo do santo Padre.

No final do Ano Santo, o Papa entregou esta mesma cruz à juventude de todo o mundo, representada pelos jovens do Centro Internacional Juvenil San Lorenzo, em Roma, tendo dito as seguintes palavras:

"Queridos jovens, ao encerrar o Ano Santo, confio-vos o sinal deste Ano Jubilar: a Cruz de Cristo! Levai-a pelo mundo como sinal do amor do Senhor Jesus pela humanidade e anunciai a todos que só em Cristo morto e ressuscitado há salvação e redenção" (Roma, 22 de Abril de 1984).

Os jovens acolheram o desejo do Santo Padre e desde então a Cruz tem estado em peregrinação por todo o mundo, acompanhando as Jornadas Mundiais da Juventude.

Em 2003, no final da Missa dos Ramos, o Papa João Paulo II quis oferecer aos jovens uma cópia do ícone de Maria Salus Populi Romani, dizendo as seguintes palavras: "À delegação que veio da Alemanha eu entrego hoje também o ícone de Maria. De hoje em diante, juntamente com a Cruz, este ícone acompanhará as Jornadas Mundiais da Juventude. Será sinal da presença materna de Maria junto aos jovens, chamados, como o apóstolo São João, a acolhê-la em suas vidas" (Angelus, XVIII Jornada Mundial da Juventude, 13 de Abril de 2003).

in juventude.patriarcado-lisboa.pt
Comments